38768  ACESSOS

POESIA REGIONAL

O poeta Onélio Lopes Chagas fala da vida, de como aprendeu  a ler e da paixão pela poesia      

Estive conversando com o Sr. Onélio no final do mês de novembro. O poeta me recebeu em sua residência. Foram momentos de intensa poesia e total devoção às palavras.

Onélio Lopes Chagas tem 71 anos, sendo que em 36 deles foi caminhoneiro. É casado, tem 6 filhos, 8 netos e 1 bisneta. Atualmente já largou o caminhão e dedica-se a escrever e recitar poemas.

"Se vocês quiserem rir e se descontrair, sem fazer micagem. É só ler algumas das minhas bobagens."

Sua história com as letras começou cedo, quando tinha cerca de 13 anos estudou de 3 a 4 meses, mas não passou disso. Mesmo assim, gostava de ler jornais e histórias por aí. Já bem mais tarde, no ano de 2000, Onélio ganha um caderninho de sua filha com a incumbência de escrever sobre o avô.

No ano de 2002, o poeta se associa na Casa do Poeta Camaqüense, CAPOCAM. Vários poemas depois, ainda em 2002, no dia do pais, a surpresa: as filhas lhe dão uma caixa com o 1º livro editado: TERAPIAS DA VIDA.

"Vocês sabem que eu adoro a vida...mas claro, com pão, café e comida."

Em 2003, Onélio volta para a escola, onde começa a cursar a EJA (Educação pra Jovens e Adultos) e se forma no Ensino Fundamental.

A idéia de lançar outro livro começa a tomar conta do poeta, pois ele tinha o compromisso de "aprimorar" os poemas do primeiro livro. Nasce em 2004 a segunda obra do autor: TERAPIAS DA VIDA II.

Também em 2004 ele participa da Antologia Poética da CAPOCAM.

Hoje, Onélio visita escolas para falar com os alunos e professores e recitar seus poemas.

"Sou apaixonado pelo que escrevo."

Em breve, ele pretende lançar mais uma obra, e já está com os poemas prontos: RETALHOS DA MINHA ALMA, que Onélio quer publicar em 2009.          

(Roger Tavares)

 

 

“Eu sei que amanhã ou depois

Quando pelo patrão lá de cima

Eu for escolhido e pialado

Queira Deus, quel alguns

Exemplos bons

Aqui eu tenha deixado

Que seja o otimismo,

O crédito ou a confiança,

Quer nos adultos ou nas crianças

Que por ventura

Em mim tenham se espelhado.”

 

(Onélio L Chagas)

 

onelio 
O poeta Onélio recitando um de seus poemas
Cafezinho Poético de Natal
Lançada revista Cidade da Poesia, nº 3
Sucesso no II Versejo da José A. Netto
II Versejo da Escola José A. Netto
A dedicação de Claudia Gonçalves
VI Rock & Poesia
O conto O GRITO E A MUSA
A música de Vanoci Marques
Lançado livro Poeta, mostra tua cara 7
CAPOCAM realiza cafezinho poético
Escorado no BarCão
"Condor dos Tapes", por Clineu Silveira
Vera Py lança livro sobre rio Camaquã
Alunos do ensino médio e seus poemas
Casa do Poeta lança Revista
Um grande poeta camaqüense
Camaquã, Terra de Poesia
O poetinha JOAQUIM MONCKS
 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb