39029  ACESSOS

ROGER TAVARES

 

ROGER SILVA TAVARES

 

 

Não faço poesia por encomenda

Nem escrevo para aparecer.

 

 

     Sou um aquariano de 27 de janeiro que nasceu em Camaquã/RS.

     Trabalhei por sete anos num banco (e não era o banco da praça); agora tento passar um pouco da beleza dos poemas e da literatura aos meus alunos.

     Publico a coluna Português & Poesia no jornal Tribuna Centro-Sul, onde relaciono artigos, crônicas, poemas, entrevistas, dicas de livros e tudo mais que acho interessante.

 

     Adoro um tango bem dançado e uma noite de papo com os amigos.

 

     Admiro Mario Quintana, Carlos Drummond de Andrade, Vinicius de Moraes, Monteiro Lobato, Barão de Itararé, Millôr Fernandes e Arnaldo Antunes.

 

     Já estudei bastante na minha vida: me formei em Ciências Contábeis e Letras, mas isso não quer dizer que parei de estudar. Tenho Pós-Graduação em Supervisão Educacional e também um curso de aperfeiçoamento em educação fundamental.... e leio, leio muito!!!.....(conhecimento se adquire sempre!).

  

                                                 AB Roger T

    

      Voltando aos poemas...

     Já tive cerca de sete deles publicados no jornal Zero Hora.

     E participei das seguintes Antologias Poéticas:

Livro Antologia Poética da Casa do Poeta Camaquense (2004);  

Livro Poeta, mostra a tua cara - volume 5 (2008); 

Livro Poeta, mostra a tua cara - volume 6 (2009);

Revista Cidade da Poesia - volume 1 (2009)

Livro Poeta, mostra a tua cara - volume 7 (2010); 

Revista Cidade da Poesia - volume 2 (2010);

     A revista Cidade da Poesia é uma obra da Casa do Poeta Camaquense (CAPOCAM) e a Antologia Poética Poeta, mostra a tua cara é um trabalho desenvolvido pelo Proyecto Sur/Brasil, lançado anualmente durante o Congresso Brasileiro de Poesia na cidade de Bento Gonçalves/RS.

     Também lancei dois ‘folderes’ poéticos (2006 e 2007), com sete poemas cada um.

 

Abaixo, alguns trabalhos meus:

 

VENTO FORTE

Vento forte,

me leva pro norte,

pra bem perto de ti

 

PRINCESA

Olhar angelical:

rosto de princesa.

Jeito de menina:

corpo de mulher.

 

MANHÃ

No raiar do sol,

percebo teu perfume,

doce veneno

que embriaga a alma.

 

QUANDO MORRER

Quando morrer,

que eu possa ver,

pelos caminhos trilhados

minhas mulheres amadas.

Quando morrer,

que eu possa ser cremado,

para não ficar algemado

num frio caixão.

 

PACTO

Se a vida é um perigo:

pactue com ela!

É melhor a beira do precipício

que a calmaria do nada!

 

DEUS

Um dia estava à toa a pensar...

notei que o mundo não era tão ruim,

vi Deus ao meu lado a me tocar

"filho meu, nunca esqueça de mim"!

 

 

ENTRE EM CONTATO COMIGO:

através deste site (no link "contato")

no orkut (Roger Tavares) ,

pelo MSN poetagaucho@hotmail.com 

no twitter www.twitter.com/poetagaucho

pelo facebook Roger Tavares ou Roger Silva Tavares

 

 

 

 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb