38768  ACESSOS

POESIA

 

 

QUER PUBLICAR SEU LIVRO?

 

 

     Escritores estreantes têm enorme dificuldade para emplacar numa editora. Lançar um livro é um processo penoso, que costuma requerer mais contatos com o círculo editorial que méritos da obra em si. Tanto que, mesmo com o crescimento de 6,4% do mercado de livros brasileiro no ano passado, o número de lançamentos caiu 10%, segundo a Câmara Brasileira do Livro.

 

     Mirando nos escritores à margem do mercado, o site Clube De Autores (clubedeautores.com.br) estreia com uma proposta inédita na América Latina, mas que existe há pelo menos dois anos nos Estados Unidos, em sites como lulu.com e blurb.com, e na Europa, como o bubok.com. “Hoje, as editoras estão voltadas para o mercado de massas, e não para o mercado de nichos”, diz o especialista em internet Índio Brasileiro Guerra Neto, um dos criadores do projeto, ao lado do publicitário Ricardo Almeida.

     O Clube de Autores inverte esse modelo editorial. As editoras exigem tiragem mínima de mil exemplares para publicar qualquer obra. O autor que não é bancado pela editora precisa pagar pelo serviço, que não sai por menos de R$ 1.000. “Nossa intenção é permitir que uma tiragem pequena possa ser publicada”, diz Ricardo.

     A publicação é sob demanda, sem limite mínimo. Se um único leitor comprar, uma única edição será impressa. Tudo pode ser publicado, de teses acadêmicas a romances, de troca de correspondências a manifestos. O autor se cadastra no site e inscreve sua obra, que precisa estar em formato A5 e arquivo PDF. Para quem não entendeu patavina, um miniguia no site ajuda na padronização. O autor pode fazer a capa com as combinações de cores e imagens disponíveis ou usar uma capa própria. Assim que coloca o arquivo na internet, o site calcula o número de páginas e o custo total de impressão e distribuição, por um preço bem menor que de publicações convencionais.

     Por fim, o autor estipula quanto quer receber de direitos autorais por livro vendido, também sem limite de valor. A obra está publicada – e, óbvio, não pode ser lida na internet. Quem comprar recebe o livro impresso em casa. Conforme os livros são vendidos, o autor acumula direitos autorais, depositados em sua conta, e o site lucra com as vendas.

     Autor de quatro livros sobre gestão empresarial que saíram de catálogo, o consultor Sidnei Oliveira foi um dos primeiros a usar a versão experimental do Clube de Autores. “Além da autonomia para publicar, coisa que não tive nas editoras, a transparência é absoluta: tenho acesso on-line ao relatório de vendas, uma questão geralmente nebulosa”, diz Sidnei. O escritor não tem vínculos contratuais com o site.

     “Não há direito exclusivo de distribuição, o autor pode sair quando quiser, se receber uma proposta de editoras, e manter o livro à venda no site”, diz Índio. Essa liberdade vai facilitar outro projeto: a parceria com editoras que queiram oferecer livros fora de catálogo e evitar encalhe de cópias. “Essa é a brecha que queremos ocupar, viabilizar publicações sem tiragem mínima”, afirma Índio.

Fonte: Revista ÉPOCA

 

 

Gregório de Maatos Guerra
Peça homenageia Quintana
Cresce número de contadores de histórias
Florbela Espanca
Eucanaã Ferraz
Projeto quer arrecadar 500 mil livros
J G de Araújo Jorge
Analdo Antunes
Feira Literária do Col. Sete de Setembro
A batalha naval do Riachuelo
Estado pode perder acervo de ERICO
Paulo Leminski
Luiz de Miranda
Inaugurada segunda quadra dos poetas
Mensagem de Ano Novo
Morre jovem escritor gaúcho
O grande Rubem Alves
Obra quase completa de Machado é lançada
Ferreira Gullar
O grande Lupicínio Rodrigues
Vinicius de Moraes
Carlos Drummond de Andrade
Machado de Assis
Mario Quintana
 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb