39215  ACESSOS

LIVRO DA SEMANA

 

CLARICE SEM MISTÉRIOS

 

Autor americano lança biografia de Clarice Lispector e desvenda para os brasileiros a linguagem de uma das maiores escritoras do próprio Brasil

 

     Após uma visita às pirâmides do Egito, Clarice Lispector, então com 19 anos, segredou a um amigo as suas impressões: "Tudo isso é de um mau gosto horrível". E desdenhou, nada mais, nada menos, o monumento dedicado à Esfinge: "Eu não a decifrei. Mas ela também não me decifrou." O tempo passou, Clarice se tornou uma das maiores escritoras brasileiras e grande parte da inteligência literata do País permaneceu diante dela como a fria Esfinge: o que Clarice quer dizer com o que escreve? Mais de sete décadas depois, a personalidade enigmática da escritora, cultuada fora e dentro dos meios acadêmicos, ganha ares menos místicos e mais realistas em uma nova biografia: "Clarice," (Cosac & Naify), de autoria do escritor americano Benjamin Moser e lançada nos EUA com o título "Why This World". O livro recebeu elogios da imprensa especializada americana e britânica, que alçou a autora de "Perto do Coração Selvagem" ao rol dos escritores clássicos da literatura mundial, como Virginia Woolf, James Joyce, Franz Kafka e Jorge Luis Borges. De certa forma, a exaustiva e pragmática pesquisa empreendida pelo biógrafo (700 páginas) contribui para humanizar o mito criado em torno da autora nascida na Ucrânia em 1920, naturalizada brasileira e falecida no Rio de Janeiro, em 1977.

 

     O estrangeirismo de Clarice foi sempre m assunto tabu para ela mesma - e a única "acusação" que a tirava do sério. Contribuía para esse rótulo o fato de ela ter vivido por 20 anos no Exterior após se casar com o diplomata Maury Gurgel Valente. E também a língua presa, interpretada como um "sotaque" por seus interlocutores. "Não sou francesa. Esse meu err é defeito de dicção", dizia ela, irritada e fumando um cigarro atrás do outro.

 

     Chegou a cogitar uma cirurgia corretiva, mas logo desistiu da ideia por um outro temor: se desvincular de suas características originais. O autor dedica um longo capítulo às suas origens, a começar pela dramática saga da família Lispector em fuga da Ucrânia durante a Primeira Guerra Mundial e o conflito civil na Rússia. Pouco antes de engravidar de Clarice, sua mãe, Mania, contraiu sífilis após ser violada por soldados russos. Ela morreria nove anos depois, no Recife. O biógrafo revela que em visita à Ucrânia, Clarice foi convidada a visitar a cidade onde nasceu. Recusou-se. Viver no Exterior foi mortificante para ela: "A Suíça é um cemitério de emoções. As pessoas são muito silenciosas. Eu sou a única que ri por aqui." Em 1959, decidiu vir embora para o Brasil e o fez, trazendo consigo seus dois filhos. A única viagem que pensou em realizar, anos depois, foi de volta ao Cairo, para rever a cidade que lhe causara má impressão 28 anos antes e encarar novamente a Esfinge. "Vamos ver quem devora quem", escreveu Clarice.

 

O AUTOR
Apaixonado pela obra de Clarice Lispector, o escritor americano Benjamin Moser veio ao Brasil para divulgar o seu livro. Ele também é um dos colaboradores da edição "Clarice na Cabeceira" (Rocco), obra recém-lançada que traz 14 contos da autora escolhidos por diferentes personalidades como Maria Bethânia e Rubem Fonseca.

 

Fonte: Revista ISTO É

 

 

Editora lança Box de Guimarães Rosa
O homem que venceu Auschwitz
O Hipnotista
O dia da caça
Os últimos soldados da guerra fria
Fliz por nada de Martha Medeiros
Vozes da Legalidade
Liberdade de Jonathan Franzen
Retalhos da Alma de Onélio Chagas
Para salvar uma vida
Alfabetização e linguistica
Vivendo em voz alta
O 11º Mandamento
Vermelho Amargo
Narrar por Escrito
Caçando Eichmann
Livros mais vendidos em 2010
Um homem misterioso
LOBÃO: 50 anos a mil
O filósofo e o imperador
Elite da Tropa 2
As canções de Toquinho
Sidney Sheldon: Depois da Escuridão
Desgracida de Dalton Trevisan
Conversa sobre o tempo
1822, de Laurentino Gomes
O palácio de inverno
O Aleph
Pelé - minha vida em imagens
Livro dos Sonhos
Invisível, de Paul Auster
O Mundo das Copas
501 grandes escritores
A obra completa de José Paulo Paes
Música Mundana
As melhores seleções
A guardiã da meia-noite
Livros sobre Adoniran Barbosa
Como se tornar o pior aluno da escola
Bíblia tem site que ajuda na pesquisa
A vida de Wilson Simonal
O Símbolo Perdido sai com 800 mil cópias
Padre Cícero
Chico Buarque: Histórias de Canções
A Hospedeira
Conversando é que a gente se entende
Feijoada no Paraíso
Sepulcro, de Kate Mosse
O símbolo perdido de Dan Brown
Uma gota de sangue
A VOLTA
Dicionário Lula
O Garoto no Convés
'Noturno'
O Leitor Apaixonado, de Ruy Castro
"Fala sério, pai!" de Thalita Rebouças
O Caderno: novo livro de Saramago
A Auto-estrada
Gomorra
L&PM lança coleção
Formaturas Infernais
A vida e obra de Walt Disney
ALBERTO SANTOS-DUMONT
A Dama Azul
Os 11 maiores técnicos do futebol
Luiz de Miranda lança livro
Sua resposta vale um bilhão
O Leitor
Crepúsculo
1808, A Cabana, A Viagem do Elefante e +
A viagem do elefante
Poeta, mostra a tua cara
A Cabana e O Vendedor de Sonhos
Uma breve história do séc XX
As guerras dos gaúchos
O homem que queria salvar o mundo
O livro das citações
O grande livro do jornalismo
211 coisas para meninos e meninas
Maravilhoso Livro das Meninas
Um defeito de cor
Infiel
A Sombra do Vento
Almanaque sobre Machado de Assis
A menina que roubava livros
O CAÇADOR DE PIPAS vira filme
CAMAQUÃ TERRA FARROUPILHA
 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb