39554  ACESSOS

LIVRO DA SEMANA

O fenômeno editorial que conquistou os leitores da Espanha e Alemanha e consagrou o espanhol Carlos Zafón como uma das maiores revelações literárias dos últimos tempos

     Em meio à profusão de títulos lançados a cada ano no mercado editorial, poucos conseguem conquistar ao mesmo tempo o público e a crítica. A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón, é uma dessas raridades. Por mais de 60 semanas na lista dos livros mais vendidos da Espanha, onde seu sucesso o fez ser considerado um verdadeiro fenômeno literário, o romance repetiu o êxito na edição alemã, que vendeu 100.000 exemplares no primeiro mês, e conquistou a crítica dos Estados Unidos. Ao todo, o livro teve 850.000 exemplares impressos nas diversas edições e seus direitos de tradução foram vendidos para 17 países, além de ter sido finalista dos prestigiosos prêmios literários espanhóis Fernando Lara 2001 e Llibreter 2002.

     A Sombra do Vento é uma narrativa de ritmo eletrizante, escrita em uma prosa ora poética, ora irônica. O enredo mistura gêneros como o romance de aventuras de Alexandre Dumas, a novela gótica de Edgar Allan Poe e os folhetins amorosos de Victor Hugo. Ambientado na Barcelona franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, o romance de Zafón é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Além de ser uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros, é um verdadeiro triunfo da arte de contar histórias.

                                           

     Tudo começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere está completando 11 anos. Ao ver o filho triste por não conseguir mais se lembrar do rosto da mãe já morta, seu pai lhe dá um presente inesquecível: em uma madrugada fantasmagórica, leva-o a um misterioso lugar no coração do centro histórico da cidade, o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar, conhecido de poucos barceloneses, é uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É lá que Daniel encontra um exemplar de A Sombra do Vento, do também barcelonês Julián Carax.

     O livro desperta no jovem e sensível Daniel um enorme fascínio por aquele autor desconhecido e sua obra, que ele descobre ser vasta. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor já escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o último existente. E ele logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julián Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.

     Em sua busca de início aparentemente inocente, Daniel acaba adentrando os mistérios e segredos mais obscuros de Barcelona, e conhece uma galeria de personagens que vão ajudá-lo a resolver o mistério de Carax. Dom Gustavo Barceló, célebre livreiro barcelonês, seriamente interessado em comprar o exemplar de A Sombra do Vento que Daniel lhe mostra; sua linda sobrinha cega, Clara Barceló, que revela a Daniel os primeiros elementos do mistério que cerca Carax e sua obra e por quem o menino se apaixona perdidamente; Fermín Romero de Torres, mendigo de passado glorioso e aguçado senso de humor que se tornará o maior aliado de Daniel na busca da verdade; Nuria Monfort, mulher triste que guarda em seu apartamento escuro um grande e doloroso segredo; e Javier Fumero, o cruel policial que também parece dedicar a vida a perseguir o fantasma de Julián Carax.

     À medida que vai descobrindo mais sobre a vida de Carax, Daniel entende que o mistério de sua obra está de alguma forma relacionado à história de amor entre dois jovens do início do século: o próprio Carax, filho de um modesto chapeleiro, e Penélope Aldaya, filha de uma família da alta sociedade de Barcelona. E enquanto a cidade e seus personagens vão aos poucos lhe revelando os segredos e as conseqüências dessa história de amor do passado, o próprio Daniel também descobre o verdadeiro amor nos braços de Bea, irmã mais velha de seu melhor amigo Tomás Aguilar.

     A Sombra do Vento usa o cenário grandioso de Barcelona, com suas largas avenidas, seus casarões abandonados, sua atmosfera gótica e espectral, para ambientar um romance arrebatador que é também uma reflexão sobre o poder da cultura e a tragédia do esquecimento. A busca de Daniel marca sua transformação de menino em homem, e desperta no leitor um fascínio renovado pelos livros e pelo poder que eles podem exercer. Ao ler A Sombra do Vento, o desejo que se tem é de, assim como o menino Daniel, abrir as portas do Cemitério dos Livros Esquecidos e descobrir em seus infindáveis corredores o livro que mudará nossas vidas.

 

SOBRE O AUTOR: Carlos Ruiz Zafón nasceu em Barcelona, em 1964. Em 1993, ganhou o prêmio Ebedé de literatura com seu primeiro romance, O Príncipe da Névoa, que vendeu mais de 150.000 exemplares na Espanha e foi traduzido em vários idiomas. Desde então, publicou quatro romances e transformou-se em uma das maiores revelações literárias dos últimos tempos com A Sombra do Vento, finalista dos prêmios literários espanhóis Fernando Lara 2001 e Llibreter 2002. O autor vive há sete anos em Los Angeles, onde escreve roteiros para o cinema e trabalha em um novo romance. Zafón colabora também nos jornais espanhóis La Vanguardia e El País.

 

A Sombra do Vento
Carlos Ruiz Zafón
Romance   464 páginas
Tradução: Márcia Ribas
ISBN: 8573026049
Editora OBJETIVA

 (Fonte: http://www.editoras.com/objetiva/604-9.htm)

 

 

Editora lança Box de Guimarães Rosa
O homem que venceu Auschwitz
O Hipnotista
O dia da caça
Os últimos soldados da guerra fria
Fliz por nada de Martha Medeiros
Vozes da Legalidade
Liberdade de Jonathan Franzen
Retalhos da Alma de Onélio Chagas
Para salvar uma vida
Alfabetização e linguistica
Vivendo em voz alta
O 11º Mandamento
Vermelho Amargo
Narrar por Escrito
Caçando Eichmann
Livros mais vendidos em 2010
Um homem misterioso
LOBÃO: 50 anos a mil
O filósofo e o imperador
Elite da Tropa 2
As canções de Toquinho
Sidney Sheldon: Depois da Escuridão
Desgracida de Dalton Trevisan
Conversa sobre o tempo
1822, de Laurentino Gomes
O palácio de inverno
O Aleph
Pelé - minha vida em imagens
Livro dos Sonhos
Invisível, de Paul Auster
O Mundo das Copas
501 grandes escritores
A obra completa de José Paulo Paes
Música Mundana
As melhores seleções
A guardiã da meia-noite
Livros sobre Adoniran Barbosa
Como se tornar o pior aluno da escola
Bíblia tem site que ajuda na pesquisa
A vida de Wilson Simonal
Americano lança biografia de Lispector
O Símbolo Perdido sai com 800 mil cópias
Padre Cícero
Chico Buarque: Histórias de Canções
A Hospedeira
Conversando é que a gente se entende
Feijoada no Paraíso
Sepulcro, de Kate Mosse
O símbolo perdido de Dan Brown
Uma gota de sangue
A VOLTA
Dicionário Lula
O Garoto no Convés
'Noturno'
O Leitor Apaixonado, de Ruy Castro
"Fala sério, pai!" de Thalita Rebouças
O Caderno: novo livro de Saramago
A Auto-estrada
Gomorra
L&PM lança coleção
Formaturas Infernais
A vida e obra de Walt Disney
ALBERTO SANTOS-DUMONT
A Dama Azul
Os 11 maiores técnicos do futebol
Luiz de Miranda lança livro
Sua resposta vale um bilhão
O Leitor
Crepúsculo
1808, A Cabana, A Viagem do Elefante e +
A viagem do elefante
Poeta, mostra a tua cara
A Cabana e O Vendedor de Sonhos
Uma breve história do séc XX
As guerras dos gaúchos
O homem que queria salvar o mundo
O livro das citações
O grande livro do jornalismo
211 coisas para meninos e meninas
Maravilhoso Livro das Meninas
Um defeito de cor
Infiel
Almanaque sobre Machado de Assis
A menina que roubava livros
O CAÇADOR DE PIPAS vira filme
CAMAQUÃ TERRA FARROUPILHA
 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb