39215  ACESSOS

LIVRO DA SEMANA

 

Almanaque reúne informações úteis e curiosidades de Machado de Assis

(Leandro Souto Maior, JB Online)

RIO - Nunca é demais ler e falar de Machado de Assis. Em 2008, quando se completam 100 anos de sua morte, programas na TV, nas rádios, jornais, sites e lançamentos literários destacam e celebram o (carinhosamente chamado de) 'Bruxo do Cosme Velho'. Um dos livros mais interessantes, e que acaba de ser lançado, é dedicado principalmente aos inciantes - mas também de alto interesse para os iniciados -, e trata-se de um guia para sua obra e sobre boas formas de consumi-la.

Almanaque Machado de Assis (Editora Record) é um livro feito para atrair pessoas para ler Machado, ou para aquela pessoa que leu algo e quer ler mais, ou ainda pra quem vai ficar ouvindo falar de Machado esse ano e vai ficar curioso sobre quem ele foi e o que fez.

    
 
                                                             machado3

 

     O lançamento não pretende ser uma biografia, mas uma reunião de informações úteis, curiosidades e comentários sobre nosso maior escritor, resultado de mais de 20 anos de paixão, pesquisa e de uma vivência de leitura do escritor Luiz Antonio Aguiar, mestre em Literatura Brasileira pela PUC-RJ.

     - Existe pouco material sobre Machado. Ele era bastante recluso, tinha um grande zelo por sua privacidade e não se sabe muito de sua vida. Há ainda o que ser revelado. Não se sabe, por exemplo, como ele apareceu com 17 anos sabendo francês e inglês - conta o autor, que se diz preocupado em estímular o gosto pela leitura.

     - Precisamos popularizar Machado de Assis, que deve e pode ser muito mais lido do que é! O clássico é algo que, por definição, está longe de nós, só que com ele isso não aconteceu. Com Machado é diferente, e isso tem grandes vantagens: ele escreveu querendo ser lido, buscava o tempo todo ser lido. Oswald de Andrade, por exemplo, dizia 'a massa ainda vai comer o biscoito fino que fabrico'! Machado não, ele queria convidar as pessoas para lê-lo. Ele tinha essa vaidade de ser muito lido em seu tempo. Veja como seu contemporâneo Eça de Queiroz é mais difícil. Machado não faz firulas para esconder os significados - compara.

     - Ele é nosso 'Pelé' da literatura! Um cara humilde, que tinha tudo para não dar certo e conseguiu a glória. Não riqueza, mas imortaildade e respeito, graças à literatura. Machado tem essa capacidade de se ligar ao povo brasileiro. As pessoas querem ser o craque Ronaldinho um dia... quem sabe, através do contato com a obra de Machado, queiram um dia ser alguém como o escritor. Ele escreveu na nossa língua, e é nosso único clássico reconhecido internacionalmente como um dos gênios da literatura!

     É possível imaginar como seria Machado de Assis se estivesse vivo hoje em dia?

     - Acho que é possível imaginar essa hipótese sim, quando se lê um Luiz Fernando Verissimo, por exemplo, que eu acho que é quem melhor pegou a ironia fina do Machado. Seria talvez a mistura do Veríssimo com o Miltom Hatoum. Inclusive, ambos são leitores aficicionados por Machado - responde o autor.

     Como o novo lançamento revela logo em sua primeiras linhas, a palavra 'almanaque' vem do árabe: al-manãk, que quer dizer "lugar onde o camelo se ajoelha". Talvez um oásis, onde as pessoas paravam para descansar e contar e escutar histórias. E este "Almanaque Machado de Assis" é bem isso. Além de uma breve biografia, traz também sugestões de leitura e dados interessantes sobre a época e o Rio de Janeiro em que ele viveu, com fotos e ilustrações.

     - Eu levei o projeto para a editora. Disse: "vai ter o centenário de Machado, gostaria de reunir tudo isso em um Almanaque, daqueles com frases e um 'quem é quem' dos personagens dos contos e romances". É como mapa da sua obra - conta Luiz Antonio Aguiar.

     - O Almanaque é um sonho! Tem esse lance do ideal. Faz bem para a gente ler Machado, como seres humanos e por sermos brasileiros. Ele é muito mais enaltecido do que lido, e se a gente começar a ler Machado, a gente não para! Vamos ler Machado! - convida.

     Lançamento: Almanaque Machado de Assis (Editora Record), de Luiz Antonio Aguiar. 320 páginas. Preço: R$ 50.

 

 

Editora lança Box de Guimarães Rosa
O homem que venceu Auschwitz
O Hipnotista
O dia da caça
Os últimos soldados da guerra fria
Fliz por nada de Martha Medeiros
Vozes da Legalidade
Liberdade de Jonathan Franzen
Retalhos da Alma de Onélio Chagas
Para salvar uma vida
Alfabetização e linguistica
Vivendo em voz alta
O 11º Mandamento
Vermelho Amargo
Narrar por Escrito
Caçando Eichmann
Livros mais vendidos em 2010
Um homem misterioso
LOBÃO: 50 anos a mil
O filósofo e o imperador
Elite da Tropa 2
As canções de Toquinho
Sidney Sheldon: Depois da Escuridão
Desgracida de Dalton Trevisan
Conversa sobre o tempo
1822, de Laurentino Gomes
O palácio de inverno
O Aleph
Pelé - minha vida em imagens
Livro dos Sonhos
Invisível, de Paul Auster
O Mundo das Copas
501 grandes escritores
A obra completa de José Paulo Paes
Música Mundana
As melhores seleções
A guardiã da meia-noite
Livros sobre Adoniran Barbosa
Como se tornar o pior aluno da escola
Bíblia tem site que ajuda na pesquisa
A vida de Wilson Simonal
Americano lança biografia de Lispector
O Símbolo Perdido sai com 800 mil cópias
Padre Cícero
Chico Buarque: Histórias de Canções
A Hospedeira
Conversando é que a gente se entende
Feijoada no Paraíso
Sepulcro, de Kate Mosse
O símbolo perdido de Dan Brown
Uma gota de sangue
A VOLTA
Dicionário Lula
O Garoto no Convés
'Noturno'
O Leitor Apaixonado, de Ruy Castro
"Fala sério, pai!" de Thalita Rebouças
O Caderno: novo livro de Saramago
A Auto-estrada
Gomorra
L&PM lança coleção
Formaturas Infernais
A vida e obra de Walt Disney
ALBERTO SANTOS-DUMONT
A Dama Azul
Os 11 maiores técnicos do futebol
Luiz de Miranda lança livro
Sua resposta vale um bilhão
O Leitor
Crepúsculo
1808, A Cabana, A Viagem do Elefante e +
A viagem do elefante
Poeta, mostra a tua cara
A Cabana e O Vendedor de Sonhos
Uma breve história do séc XX
As guerras dos gaúchos
O homem que queria salvar o mundo
O livro das citações
O grande livro do jornalismo
211 coisas para meninos e meninas
Maravilhoso Livro das Meninas
Um defeito de cor
Infiel
A Sombra do Vento
A menina que roubava livros
O CAÇADOR DE PIPAS vira filme
CAMAQUÃ TERRA FARROUPILHA
 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb