39553  ACESSOS

NOTÍCIAS

 

FEIRA DO LIVRO: EVENTO TERMINA COM CHUVA

     Com grande presença de público, foi aberta oficialmente a 28ª Feira do Livro de Camaquã, na quinta-feira, dia 05 de junho. Segundo a secretária municipal de cultura, Carlota Pauls, a expectativa inicial de público foi confirmada com uma grande platéia. Em relação a mudança de local (visto que ano passado a Feira foi na praça Zeca Netto e este ano passou para a praça Sylvio Luiz), a secretária disse que optou pelo lado financeiro, uma vez que neste novo local poderá contar com prédios históricos da cidade e promover o sítio histórico de Camaquã.

    O escritor ecolunista de Zero Hora, David Coimbra, também esteve presente na quinta-feira e falou sobre a Feira do Livro: "é um movimento muito importante, pois estimula as pessoas a lerem, e o contato com o público é fundamental, pois as pessoas "esbarram" nos livros aqui, não precisando entrar numa livraria". Quanto a alguma obra a ser lançada, David promete para setembro dois novos livros.

      Já na sexta-feira de noite, o tempo começou a mudar e a chuva se fez presente, o mesmo acontecendo sábado e domingo. A chuva afastou muita gente, mas, mesmo assim, muitas pessoas prestigiaram o evento, participando das palestras, apresentações e encontros literários e visitando os estandes.

     Para Erotildes Citrini, da Casa do Poeta Camaquense, a Feira realizada neste novo local, contempla o sítio histórico de Camaquã. Citrini também achou que as pessoas, palestrantes e atrações foram bem escolhidas e esperava um grande público neste evento. Ela ainda citou que a Casa do Poeta tinha uma programação especial até domingo, na sua sede.

     O livreiro José Rafael Severo, da Livraria Conhecer, disse que tinha uma grande expecativa para esse ano. Ele falou que a visitação das escolas foi fundamental. Rafael disse que a mudança de local foi boa, mas que se deveria fixar um mesmo local todo ano, para que se criasse uma tradição na Feira do Livro.

     Nilza Castro, da NTC Livraria, achou a mudança de local boa, pois tornou a Feira mais econômica, mas ela acha que a Feira deveria ter mais dias, pois há pouco tempo para as visitas das escolas. Nilza também achou a programação boa e a estrutura bem interessante.

     Carlos Lucindo, da SERVI, está pela 1ª vez com estande na Feira, e achou que a educação tem um grande ganho com essa Feira, pois as pessoas podem comprar vários livros e ver as inúmeras linhas de pensamento de diferentes autores. Carlos disse que foi muito feliz a mudança de local da Feira, pois resgatou toda história da cidade com seus ambientes antigos e cheios de história.

     O poeta, ativista cultural, escritor e colunista Catulo Fernandes foi enfático com relação a essa edição evento: ele citou que a poesia não foi contemplada; não houve um debate pela mudança do local da Feira, havendo uma decisão unilateral da secretária; várias entidades não foram convidadas, criando muita parceria empresarial em detrimento da literária. O poeta exaltou que a Casa do Poeta e o Núcleo de Pesquisas Históricas têm atividades durante todos os dias da Feira e totalmente gratuitas.

    

 

Lya Luft impede peça de seu livro
MEC não controla criação de cursos
A 57ª Feira do Livro de Porto Alegre
NTM visita Candiota
Camaquã monta NTM
Guarany e o elenco p/ 2º semestre 2012
Betan, 92 anos, está no ensino médio
Guarany FC continua aprontando!
XV Semana da Poesia
Guarany estréia na Segundona 2011
Biblioteca reabre em SP
Guarany apresenta elenco para 2011
A primeira mulher presidente do Brasil
China lidera ranking de educação
Cafezinho de Natal e obras literárias
Gabriel, o pensador em S. Lourenço
Mario Vargas Llosa ganha NOBEL
Comer, rezar, amar vira filme
Sucesso no I Versejo da José A. Netto
EMEF José A. Netto faz Versejo
Salman Rushdie FLIP 2010
Pesquisa mostra que gaúchos leem mais
Morre José Saramago
Copa do Mundo começou com poucos gols
IFSUL abre inscrições
V Rock & Poesia acontece mesmo com chuva
V Rock & Poesia
Escola recebe exposição de Castro Alves
'Creche Mimosa' inaugura biblioteca
Lêdo Ivo é premiado na Espanha
Lojas Colombo vai vender livros
O sotaque mineiro
O novo livro de Nelson Motta
Os nomes preferidos pelos brasileiros
Série Crepúsculo 'reformula' o amor
ENEM: prova tem problemas conceituais
Colecionador doa 180 mil livros
As venda despencam na Feira de P. Alegre
Prêmio Fato Literário 2009
Luiz de Miranda se demite da Academia
Biblioteca expressa
Restaurante ganha biblioteca
Reforma revela Biblioteca do RS
Carlos Urbim
Cantor planta árvores a cada CD vendido
Oficinas literárias: fraude ou seriedade
Altair Martins ganha mais um prêmio
A voluntária das letras
Sucesso de público na feira de Tapes
Tapes promove a I Feira do Livro
31 mil crianças gaúchas fora da escola
Escola Rui Barbosa incentiva poesia
Porto Alegre comemora Dia Int. do Livro
CAPOCAM 20 ANOS
Locadora de livros
Brasil forma menos professores
O redator dos discursos de Obama
Antologia Poeta, mostra tua cara em Cqã
Wizard Camaquã em novo endereço
Tesouro de Simões Lopes é encontrado
Feira do livro de Porto Alegre
Rematrículas
Os indicados do Fato Literário
Prof. Milton eleito vereador
Brasil tem queda do analfabetismo
Acampamento Farroupilha
Camaquã já tem sebo
Brasil perde o notável Caymmi
A reestréia da rua do livro
UFRGS está entre as melhores da América
Festa Literária de Paraty
Lajeado ganha museu do livro
Estudante conta do 1º lugar no ENEM
Escolas de Camaquã têm excelentes notas
Feira do Livro de Camaquã
Portugal assina acordo ortográfico
Histórias do baú em Santo Ângelo
Estudante passa em 8 vestibulares
Aluna de MG e Vovó de 81 aprovada vest.
 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb