39204  ACESSOS

PORTUGUÊS E POESIA

ESPECIAL

 

O XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE POESIA

 

 

 “O viajante da poesia”, em homenagem aos 80 anos do poeta Ferreira Gullar, foi o tema do XVIII Congresso Brasileiro de Poesia, realizado em Bento Gonçalves, entre os dias 25 e 29 de outubro. Durante toda a semana as atividades transcorreram no auditório do SESC, Biblioteca Municipal, Via Del Vino e nas escolas do município. Mais de cem poetas das mais diferentes regiões do país (Amapá, Pará, Pernambuco, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), além de México, Chile e Venezuela participaram de uma programação diversificada com muitos recitais, performances, rodas de poesia, lançamentos de livros e palestras em escolas.

Entre os destaques o grupo macapense Tatamirô de Poesia com o trabalho “Vozes da floresta”, a comunidade Poemas à Flor da Pele, a Confraria CAPPAZ e o grupo Poesia Simplesmente, do Rio de Janeiro, além do performático gaúcho Marco Bahrone, o cordelista pernambucano Edmilson Santini, o ator carioca Eduardo Tornaghi e o poeta e mímico Jiddu Saldanha.

A CAPOCAM participou ativamente do evento, que reúne também o Encontro Latino-Americano de Casas de Poetas. Pelo terceiro ano consecutivo os autores Álvaro Santestevan e Catulo Fernandes foram convidados para apresentar um recital no SESC Bento Gonçalves, contando com o apoio da Prefeitura de Camaquã através da Secretaria de Cultura e Turismo. Neste ano os poetas apresentaram o recital “Poesia jogada num canto”, que mescla textos próprios com poemas musicados de Ferreira Gullar, Fernando Pessoa e Mario Quintana. Na avaliação de Santestevan o nível das apresentações foi um dos melhores das últimas edições. “A união dos poetas presentes foi fundamental para um clima de integração onde a troca de experiências certamente oportunizou a todos um maior conhecimento do que se está se produzindo em termos de arte poética nos mais diferentes pontos do Brasil”, ressaltou.

 

 

“Ave-poesia” é a Oração dos Poetas do Brasil

 

Com o aval dos poetas de vários Estados do País, o poema Ave-Poesia (publicado em 1989 no livro “Viagem ao fundo do Verso”) do autor camaquense Catulo Fernandes, foi oficializado como a Oração dos Poetas do Brasil. O ato aconteceu na noite de 27, na Cachaçaria do Shopping Bento Gonçalves durante o lançamento da antologia nacional “Poeta, mostra a tua cara”. Na ocasião, o Coordenador Geral do Proyecto Cultural Sur/Brasil e presidente do evento, o escritor e jornalista Ademir Antônio Bacca assinou o documento oficial acompanhado da poeta e ativista Claudia Gonçalves, Coordenadora Nacional de Publicações e Coordenadora do Projeto Livro na Escola em Camaquã e São Lourenço do Sul. Segundo Catulo Fernandes esta decisão do Congresso é um reconhecimento a uma trajetória literária de 21 anos, mas acima de tudo o gesto referenda o trabalho desenvolvido pela CAPOCAM e destaca o município de Camaquã em todo o país. “Estou muito feliz com esta distinção, pois ela comprova que a poesia mesmo brotada da lira de um autor provinciano pode ser celebrada em qualquer lugar”.

A CATULO AVE

 Os poetas Catulo, Cláudia e Ademir Bacca

 

 

Ave-Poesia!

Oração dos Poetas do Brasil

 

Ave-Poesia

cheia de graça

o poeta é convosco

bendita sois vós

entre as artes

e bendito o verso

que nossa mente

reluz

 

 Santa Poesia

filha de deuses

rimai por nós prosadores

agora e na hora

de nossa inspiração

Amem...

 

 

Poeta, mostra a tua cara

 

Durante a 18ª edição do Congresso Brasileiro de Poesia, seis autores associados da Casa do Poeta Camaquense - CAPOCAM participaram mais uma vez da coletânea nacional “Poeta, mostra a tua cara” (volume 7), que foi lançada na noite de 27, na Cachaçaria do Shopping Bento Gonçalves. Na oportunidade também ocorreu a sessão de autógrafos da antologia “Poesia do Brasil” volume 12. Durante o evento também foram lançadas as obras “Interfaces de amor e paz” da Confraria CAPPAZ e “Poemas à flor da pele” (volume 3) da comunidade com o mesmo nome.

Os camaquenses que participam da obra coletiva são Ana Irene Silveira, Catulo Fernandes, Ena Alves, Janete Maletich, Francisca Fernandes e Roger Tavares. Presente ao lançamento, a poeta e compositora Francisca Fernandes, bageense radicada em Camaquã, que tem participado de diversas coletâneas, e no ano passado gravou o CD de composições próprias “Gaúcha morena”. Ela destaca que, além de divulgar seus poemas para todo o Brasil, o evento também é a oportunidade de reencontrar poetas amigos das mais longínquas regiões do país.

 

A antologia “Poeta, mostra a tua cara” será lançada em Camaquã no próximo dia 10 de dezembro, no Galles Restaurante, durante o Cafezinho Poético-Musical organizado pela CAPOCAM com coordenação da Criarte Marketing & Eventos. Na oportunidade haverá um jantar de confraternização de Natal, em memória do Patrono Eterno da entidade Barbosa Lessa, que no dia 13 estaria completando 81 anos de vida.

 

Fonte: Catulo Fernandes

 

 

 

 

Carpinejar esteve na Feira de Camaquã
31ª Feira do Livro de Camaquã
I Festa da Leitura da escola Ana Cesar
XIX Congresso Brasileiro de Poesia
Conto: O Bar do Arlindo
Turma de Letras promove Fórum
A inusitada resposta para Sant'Ana
A arroba nos endereços eletrônicos
A literatura de cordel
O menor (e melhor) conto de fadas
Escola Otto recebe exposição
Uma noite no meio dos livros
Borracharia vira biblioteca
S.O.S. São Lourenço
Morre o grande Moacyr Scliar
A dupla GRENAL e seus hinos
Vale a pena ressuscitar S. Holmes?
Profa supera deficiências p/ ensinar
Assis Brasil será secretário de cultura
XVIII Congresso de Poesia em Bento
Ficção: presente e passado conquistam fã
Livros mais vendidos da semana
A universalidade de Saramago
Balanço da 30ª Feira do Livro por Catulo
Sucesso na 30ª Feira do Livro
30ª Feira do Livro
As 200 línguas do Brasil
Os campeões do ENADE
Tecnologias substituem giz e quadro
Alternativos culturais: conheça 25
A Estrada em filme
CAPOCAM 21 anos e 14ª sem. poesia
Por que as mulheres leem mais?
Morre José Mindlin
A redação nota máxima da UFRGS
Adoniran Barbosa: 100 anos
Pe. Fabio de Melo lidera vendas de Cds
Cora Coralina: grande poeta de Goiás
Feira mantém tradição, apesar da chuva
Mau tempo prejudica a Feira
Feira do Livro de Camaquã 2009
Célia Ribeiro dá dicas para autores
55ª Feira do Livro de Porto Alegre
Jornada Literária de Passo Fundo
XVII Congresso de Poesia
Ganymédes José, um grande autor
Feira do Livro de São Lourenço do Sul
Um recanto para a poesia
A arca das letras
Pouca idade, muita vontade
Vinte anos sem Raul Seixas
Frases de jogadores de futebol
100 anos da morte de Euclides da Cunha
Thedy Corrêa prestigia Feira de Chuvisca
A 3ª Feira do Livro da Chuvisca
O mito Michael Jackson
O humor de Danilo Gentili do CQC
Camaquenses são destaque no RedAÇÃO ZH
Camaquã recebe homenagem em poesia
Melhores sites p/ compra e troca livros
Invista na leitura!
Brincadeiras com eufemismos
Reforma ortográfica: não engula...
Novas regras ortográficas em 2009
Nova casa para os livros
15º Açorianos de Literatura
Os livros mais vendidos da semana
Congresso entrega livros
A campeã gaúcha do ENEM
A religião da gramática
Memória daquela juventude
Humor nos anos 50
Versões de ditados populares
Os 100 anos de Cartola
Congresso Brasileiro de Poesia
Dicas para uma boa escrita
Millôr: 85 anos
A importância de não saber e saber
A diferença entre mitos e lendas
A história de Paulo Coelho
O hilário Barão de Itararé
A Jangada de Pedra, por Diego S.Fehlberg
Baudelaire, por Diego S. Fehlberg
Erico e o vento intertextual
Escritores mais admirados
Morre Zélia Gattai
Humor: Um Dia de Merda
Erro de ortografia
Diego S. Fehlberg
 
Roger Tavares - Todos os direitos reservados © Desenvolvido por iPoomWeb